Biscoito de maconha para cachorro é a nova tendência nos EUA

Esta é a mais nova tendência no pujante mercado de suplementos para animais dos EUA, e deverá crescer mais de US$ 150 milhões nos próximos quatro anos.

Quem diria que o mercado pet iria caminhar para o ramo da cannabis. Pois é, segundo especialistas, a produção de biscoitos com canabinoides é a mais nova tendência do mercado de animais domésticos. As vendas mais do que dobraram nos últimos dois anos, e a expectativa é de que este negócio gera US$ 150 milhões nos próximos anos.

+ Cachorro fica chapado após comer maconha por acidente

De acordo com reportagem do UOL, o canabinoide mais usado nos petiscos é o CBD . Diferentemente do tetrahidrocanabinol (THC), o CBD não cria uma sensação de euforia. Em outras palavras, esses biscoitos não vão dar barato no seu cachorro. Mas existe certo debate a respeito do efeito do composto sobre nossos amigos peludos e se eles realmente deveriam poder consumi-lo.

Praticamente não há pesquisas acadêmicas sobre o efeito do CBD nos animais e a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) não aprova o uso da maconha em animais. Apesar disso, alguns veterinários recomendam o uso e os produtores afirmam que cada vez mais lojas de produtos para animais começam a vender biscoitos com CBD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *