Chipre legaliza uso medicinal de maconha

Um grande avanço na política de drogas deste país, que tem uma das legislações mais duras em relação ao consumo de drogas.

O Conselho de Ministros do Chipre aprovou em julho um projeto de lei sobre cultivo, importação e comércio de produtos farmacêuticos baseados na maconha, que permitirá seu uso medicinal.

+ Cigarros de maconha são vendidos em supermercados na Suíça

O objetivo “é atrair a investidores internacionais para as duas licenças que serão concedidas para o cultivo de cannabis (maconha) com fins medicinais”, disse o ministro da Saúde, Giorgos Pamporidis.

Além disso, segundo o ministro cipriota, o governo espera atrair investimentos em recursos humanos no campo de pesquisa e desenvolvimento da indústria farmacêutica.

“Acredito que se trata de um projeto inovador”, frisou o ministro, que manifestou sua esperança de que o parlamento aprove a lei “para que haja logo o marco legal necessário para este tipo de investimento importante para o país”.

Pamporidis indicou que “o Chipre pode ser pioneiro na região” devido às boas condições meteorológicas para o cultivo de cannabis.

O Chipre, país situado em uma ilha no Mar Mediterrâneo, tem uma das legislações mais duras em relação ao consumo de drogas, inclusive a maconha, pois a lei não faz distinção entre os diferentes tipos de narcóticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *