Conheça 10 destinos canábicos e prepare suas malas

Desde legalizados até amigáveis com os maconheiros, saiba mais sobre estes points e planeje sua viagem.

A Macô elencou 12 lugares que são muito receptivos para os pot heads de plantão que estão loucos para viajar sem passar problemas com falta de erva. Confira abaixo e faça suas malas pra ontem.

#1 – Montevidéu (Uruguai)

Praça da Independência, em Montevideu (Reprodução / Internet)

Não poderíamos, nunca, começarmos esta lista com outro país que não fosse o Uruguai, o representante-máximo da causa canábica na América Latina. E, dizem (veja bem, dizem) que não é difícil encontrar erva por lá não, embora, na teoria, é proibido vender para turistas.  A cidade é relativamente pequena – tem cerca de 1,3 milhão de habitantes e tem um clima tranquilo de interior raro em outras grandes cidades hispânicas da América do Sul, além de um Centro Histórico com casarões coloniais, praças e parques.

#2 – Denver (EUA)

Cidade é um verdadeiro cartão-postal (Reprodução / Internet)

Atual meca do capitalismo canábico, o Colorado é o destino de 10 entre 10 maconheiros que querem viajar para fora com objetivo de fumar uma boa maconha com tranquilidade. Pode comprar maconha a vontade, fumar onde quiser, e, se tiver disposição, vai descobrir que a cidade vai além da cannabis, com muitas atrações e pontos turísticos.

#3 – Amsterdam (Holanda)

Famosa arquitetura de Amsterdam, que acompanha todos os canais da cidade (Reprodução / Internet)

Clássico point dos maconheiros, os coffeeshops de Amsterdam foram por anos o cenário de diversas competições entre breeders, até ser proibido há pouco tempo. Parlamentares querem proibir a venda para turistas, mas, até o momento, pode ir lá e comprar o que quiser. Aproveite para conhecer museus, parques e os clássicos canais que cortam toda a cidade.

#4  – Negril (Jamaica)

Vista aérea de Negril, na Jamaica (Reprodução / Internet)

Um lugar paradisíaco da terra de Bob Marley. Negril tem todas as características de uma boa praia caribenha. Sol, águas mornas e calmas, gente bonita, e, desde 2015, muita maconha legalizada. A 240 km da capital Kingston, Negril mistura tranquilidade com musicalidade. O reggae está presente em todos os lugares, tanto nas ruas como nas praias, e a natureza preservada do lugar inspira turistas e nativos. Um dos destinos mais procurados é a Bloody Bay. Esta baía de águas calmas e areia muito branca, tem a vegetação preservada, apesar do grande números de resorts, e é um dos cartões postais da Jamaica.

#5 – Barcelona (Espanha)

A foto que abre a reportagem é a vista do Parc Güell, e mostra um pouco da explosão de cores na arquitetura de Barcelona. Mas aí vem o concurseiro para Relações Exteriores e diz: “mas a cannabis é proibida na Espanha”. Acontece que existe toda uma questão separatista de Barcelona, devido à sua rica e peculiar cultura. E neste âmbito entram os clubes canábicos, onde os catalões se unem para produzirem seus próprios buds. E, com um pouco de malandragem, você consegue facilmente descolar um bom green.

#6 – Cristiania (Dinamarca)

christiania1

Christiania – ou “Freetown” (cidade livre) foi fundada no auge do movimento flower power em uma antiga área militar abandonada no bairro de Christianshavn, e tinha como objetivo ser “uma sociedade alternativa livre, baseada na convivência com o próximo e com a natureza”. Virou uma região de artistas e simpatizantes da cannabis. Facilmente você conseguirá encontrar para comprar, e seu consumo não será censurado. Mas não se arrisque a fumar fora desta cidade, porque as leis da Dinamarca são severas.

#7 – Seattle (EUA)

Seattle (Reprodução / Internet)

Na Terra dos SuperSonics tem até máquina que cannabis nas ruas (basta colocar alguns dólares e escolher seu tipo preferido). Aproveite o frio para conhecer a arquitetura desta bela cidade, com uma cena noturna mais voltada para aqueles que curtem o velho e bom rock’n roll. Bons museus competem pela atenção do turista, que também tem um grande leque de bares e restaurantes para escolher. Há também diversas opções que convidam a passeios ao ar livre, com belas montanhas, florestas e lagos pelos arredores.

#8 – Vancouver (Canadá)

Vista aérea de Vancouver, no Canadá (Reprodução / Internet)

Outro lugar bem smoker friendly. Lá o medicinal é legalizado, mas você consegue adquirir tranquilamente seu bud em um dos locais cadastrados para venda. Aproveite a cidade e também os passeios ecológicos. Sede das Olimpíadas de Inverno de 2010, Vancouver conta com três principais montanhas – Grouse, Cypress e Seymour – onde se pode fazer trilhas durante o verão e esquiar no inverno. O mais amado espaço verde de Vancouver é o Stanley Park, a passos do centro da cidade, famoso por um caminho a beira do mar com mais de oito quilômetros.

#9 – Santiago (Chile)

Parece Denver, mas é bem mais abaixo dos trópicos, (Reprodução / Internet)

Apesar de não ser legalizada, a maconha é descriminalizada no Chile (porte de até 10 gramas), e na capital Santiago você não vai passar perrengue para conseguir um bud de qualidade. Localizada em um imenso vale ao lado da Cordilheira dos Andes, a capital do Chile surpreende com os cenários de seu entorno e uma identidade própria fascinante. Praças e parques concorridos ficam lotados em plena luz do dia, a exemplo da Plaza de Armas. Por outro lado, bairros boêmios, donos de uma vida noturna invejável, como o clássico Bellavista, vão chamando a atenção daqueles que se dão a chance de entrar no clima da cidade.

#10 – Marrakesh (Marrocos)

marrakech1

Marrocos vive uma contradição: apesar de ser o maior produtor de haxixe do mundo, a maconha não é legalizada neste país. Mas em Marrakesh você encontra com facilidade e sem problemas, já que o uso faz parte da cultura local. Barraquinhas de comida misturam-se com encantadores de serpente, músicos, acrobatas e contadores de histórias. Entre um narguilé e outro aproveite para visitar museus, a medersa (escola corânica) Ben Youssef, os Jardins de Marrakesh, palácios e mesquitas.

2 comentários em “Conheça 10 destinos canábicos e prepare suas malas

  • 25 de julho de 2017 em 22:13
    Permalink

    Olá! Estivemos em Denver e comprar é muito fácil, legal e até barato. O problema é fumar. Você até fuma na rua de boas, mas é contra lei, e os hostels e hotéis só tem áreas para fumantes de tabaco, com plaquinhas contra o fumo da cannabis.

    http://muitaviagem.com.br/weed-colorado-cannabis-denver/

    Aliás, íamos para o Cannabis Cup, que infelizmente foi cancelado por pressões de grupos contrários..

    Mas vale a pena!

    Resposta
  • 2 de março de 2017 em 19:40
    Permalink

    Logo o Brasil vai ter sua cidade nesa lista!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *