Descarboxilação 

descarboxilação

É o processo de pré-aquecimento da erva antes de usá-la na preparação de manteigas e óleos.

Mas para quê? Vamos lá:

Um dos canabinoides da maconha, o THCA, que não é psicoactivo, pode se tornar THC (que é psicoativo) ao se aquecer a determinada temperatura. Para fazer esta mágica transformação, a molécula de THCA precisa perder seu grupo carboxílico (COOH), na forma de vapor de água e dióxido de carbono.

Este processo ocorre naturalmente quando a erva é consumida na forma de cigarros ou mesmo no vaporizador. Mas não quando a usamos na produção de manteigas e óleos. Por isso, para aproveitar totalmente os canabinoides, é necessário fazer a descarboxilação antes do preparo.

A descarboxilação pode ser feita tanto no forno quanto em banho maria. No forno, o processo demora em torno de uma hora (a uma temperatura de 115ºC). Em banho-maria, o processo demora cerca de 90 minutos.

Como descarboxilar maconha

1-  Pré-aqueça o forno a 240 ° F. / 115 ° C.

2- Divida as flores e botões de maconha em pequenos pedaços com suas mãos.

3- Coloque a maconha em uma assadeira. Certifique-se de que o tamanho da assadeira seja proporcional à quantidade de erva (não pode acumular nem ficar espaço vazio).

4- Asse o cannabis durante 40 minutos. A cada 10 minutos, abra o forno e balance a assadeira, para que a cannabis asse uniformemente.

5- Retire a assadeira e deixe-a até esfriar. A maconha deve estar bastante quebradiça quando manuseada.

6- Sua maconha já está descarboxilada. Se quiser, pode colocá-la em um processador de alimentos, pulsar até que vire um “moído grosso” (você não quer um pó superfino). Depois armazene-a em um recipiente hermético e, quando precisar fazer extrações, já terá sua cannabis pronta e descarboxilada.

 

Leia mais: 

manteiga      receitas      descar