Governador da Bahia diz que pode apoiar legalização da maconha

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, Rui Costa fez declarações a favor da legalização da cannabis, em contrapartida ao discurso do ministro da Justiça feito na semana passada, de erradicar todos os pés de maconha da América Latina.

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira, o governador da Bahia, Rui Costa, declarou que a maconha não promove o aumento da violência nas cidades, e, por isso, estaria sim aberto a defender a legalização da cannabis no país.

+ Editorial #12: Maconha é melhor do que Temer

“Se fosse uma droga leve, como a maconha, eu poderia estar aberto a defender a legalização, comercialização em estabelecimentos cadastrados, porque é nítido que a maconha não tem esse impacto do ponto de vista da violência e nem do ponto de vista da saúde”, declarou Rui Costa ao Bahia Notícias.

As declarações de Costa afrontam o último discurso do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, de erradicar todos os pés de maconha não só do Brasil, mas também da América Latina.

O governador ainda comparou a maconha com outras drogas. “O maior problema nosso é a cocaína, o crack, que são drogas pesadas que debilitam e agridem fortemente a saúde”, disse Costa.

Ao falar sobre a legalização de todas as drogas, o governador da Bahia ressaltou: “Todas as pessoas têm o direito coletivo à paz, a circular pelas ruas sem serem agredidas, sem serem abordadas. Eventualmente você pode defender o direito de qualquer cidadão consumir o que ele quiser. O problema é quando um direito se incompatibiliza com outro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *