Maioria dos brasileiros aprova uso medicinal

Pesquisa feita pela Hello Research aponta que 60% da população aprova o uso de medicamentos à base de THC

Uma nova pesquisa, sobre o uso medicinal da maconha no Brasil, pode apontar um novo paradigma. Se antes os números mostravam reprovação por parte da população, agora começam a mostrar um horizonte positivo. Neste novo estudo, feito pela consultoria Hello Research, seis em cada dez brasileiros aprovam totalmente ou com ressalvas o uso medicinal e científico do THC.

O estudo foi realizado em outubro do ano passado com 1,2 mil pessoas, em 70 cidades brasileiras, e divulgado no site da revista Exame no início do mês.  A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Entre as cinco regiões do Brasil, a Centro-Oeste concentra a maior proporção de pessoas favoráveis ao uso medicinal do THC. Por lá, quase 70% dos entrevistados aprovam total ou parcialmente a liberação da substância para fins científicos e médicos.

Em contraste, a região Nordeste apresenta os maiores índices de pessoas desfavoráveis: 3 em cada 10 nordestinos declarou ser contra o uso medicinal do THC.

No entanto, quando a questão foi a descriminalização da maconha, a pesquisa mostra que a população ainda precisa evoluir um pouco mais sua linha de pensamento. De acordo com o estudo, 52% dos entrevistados são contra– um número ligeiramente menor do que o registrado em maio do ano passado, quando 58% eram contrários à liberação do porte de drogas para uso pessoal.

Fonte: Exame

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *