Maioria dos evangélicos reprova legalização da cannabis no país

Pesquisa feita pelo Datafolha também revelou que aumentou o número de brasileiros que apoiam a legalização.

Pesquisa realizada pelo instituto Datafolha mapeou a opinião pública dos brasileiros sobre a questão legalização da maconha. O estudo, divulgado na semana passada, trouxe à tona dados interessantes, entre as principais religiões do país, os evangélicos se mostraram os mais proibicionistas: cerca de 74% são contra a legalização. Em segundo vem os católicos (67%), e, por último, os ateus (24%).

+ Maconha é a segunda substância mais consumida no Brasil
+ Cannabis medicinal movimentaria R$4,7 bilhões no país

O estudo revelou também que 66% da população ainda é contra a legalização, e 32% à favor. Embora este percentual seja baixo, este foi o maior índice já registrado pelo Datafolha desde 1995, quando registrou apenas 17% de apoio. Na última pesquisa, feita em 2012, este índice foi de 20%.

Outros dados revelados pela pesquisa também são interessantes. Por regiões brasileiras, o Nordeste se mostrou o mais proibicionista, com 74% contrários à legalização. Talvez pela proximidade com o Uruguai, o Sul é a região mais favorável (59%).

A idade também pesa na opinião dos brasileiros sobre a proibição. Quanto mais jovem, mais favorável à droga. Entre 16 e 24 anos, 40% acreditam que fumar maconha não deveria ser crime. A taxa cai para 24% entre pessoas com 60 anos ou mais.

O apoio à descriminalização aumenta de acordo com a escolaridade, atingindo 42% entre pessoas com nível superior. A taxa cai para 24% entre entrevistados com ensino fundamental.

O Datafolha entrevistou 2.765 pessoas para realizar este estudo, em 192 municípios, no dias 29 e 30 de novembro do ano passado. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *