Marcha da Maconha no Recife (PE)

Marcha da Maconha no Recife-PE (Reprodução / Internet)
Marcha da Maconha no Recife-PE (Reprodução / Internet)

Representante do presidente do Uruguai participou da manifestação, que teve apoio de instituições como o Governo do Estado e o Ministério Público

Publicado no Diário de Pernambuco – 04/05/2014

Na oitava edição da Marcha da Maconha, os integrantes do movimento defenderam ontem uma proposta que vai além da legalização do uso da droga. Eles querem avançar em políticas públicas de saúde e que o problema deixe de ser visto apenas no âmbito da criminalidade. A concentração aconteceu no Praça do Derby e seguiu pela Avenida Conde da Vista até o Cais da Alfandênga, onde aconteceu o um show cultural, com a participação de vários artistas.

De acordo a organizadora do evento, Ingrid Farias, este ano a Marcha da Maconha conseguiu o apoio de várias instituições públicas, incluindo o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e do Governo do Estado que, no evento, estava representado por participantes do Programa Atitude, destinado ao atendimento dos usuários de drogas.

“Estamos envolvendo nesse debate um grande leque de representantes dos segmentos sociais, da saúde e político. Nós precisamos mudar a política que trata de drogas no país”, ressaltou Ingrid.

“O nosso trabalho é da cuidar da redução de danos e a maconha, assim como as demais drogas, se usada de forma exagerada, pode causar danos e nós estamos aqui para informar sobre os riscos do uso exagerado”, explicou Ana Maria Carneiro, coordenadora do Centro de Acolhimento do Programa Atitude.

A Marcha da Maconha também contou com a presença de Raquel Perardi, assessora do presidente do Uruguai, José Mujica, país onde o consumo da maconha foi legalizado. “A lei  inclui a regulamentação da maconha, mas não somente isso. Temos também um pacote de medidas para aumentar a rede de atendimento e de pesquisa”, declarou Raquel.

A Polícia Militar calculou que havia 500 pessoas na caminhada, mas os organizadores disseram que o número de participantes chegou a 3 mil. No Facebook, foram confirmadas as presenças de 2,5 mil manifestantes.

Leia a reportagem original clicando aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *