Médicos receitam “cultivo de maconha” no Chile

Apesar do autocultivo ser proibido no país, indicação médica tenta proteger pacientes em caso de problemas na Justiça

Sabemos que a cannabis medicinal avança a passos largos no Chile, mas o autocultivo ainda é proibido. Atualmente os pacientes chilenos ainda precisam comprar ou importar seus medicamentos. No entanto, um grupo de médicos, numa decisão de vanguarda, decidiu mudar um pouco este cenário.

Em uma clínica montada próximo ao Palácio de La Moneda, estes médicos estão receitando que seus pacientes plantem maconha para que tenham a qualquer momento, e sem custo, o seu medicamento, ou a matéria-prima, se forem produzir óleo ou produtos comestíveis.

Leia também: 
+ Chile inaugura maior plantio de maconha da América Latina

“Damos prescrições para que eles possam ter plantas em suas casas, o que significa que o cultivo, por razões medicinais, é permitido com a sua receita”, disse um dos médicos do consultório, Sergio Sanchez, em entrevista à agência AFP.

Entenderam? Não? A Macô explica: no caso de uma fiscalização surpresa, estes pacientes podem alegar que foram os seus próprios médicos que receitaram o plantio. Ou seja, estes médicos querem que o problema caia para o lado deles, preservando a integridade do paciente.

“É um desafio duro, mas avançamos. Este consultório é uma forma de proteger as pessoas das políticas ruins da lei de drogas”, afirmou Sánchez à AFP. Máximo respeito.

Fonte: AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *