‘NYT’ se posiciona a favor da maconha

1

Publicado em O Globo – 27/07/2014

O jornal “New York Times” iniciou no final de julho deste ano uma série de seis editoriais em prol da legalização da maconha. A primeira parte foi um texto introdutório assinalando a posição do periódico, exortando os legisladores americanos a “repelir a proibição, mais uma vez”.

“O governo federal [americano] deveria seguir o crescente movimento nos estados e repelir o banimento da maconha tanto para uso médico quanto recreacional”, diz o editorial, que começa ressaltando a diferença de tratamento entre o álcool e a erva.

“Levou 13 anos para os EUA abraçarem o bom senso e terminarem com a proibição de bebidas alcoólicas, período no qual as pessoas continuaram bebendo. Ou seja, cidadãos que normalmente respeitavam a lei tornaram-se criminosos, e os sindicatos do crime surgiram e floresceram. Já faz mais de 40 anos desde que o Congresso promulgou o atual banimento da maconha, causando dano geral à sociedade apenas para proibir uma substância menos perigosa que o álcool”.

O jornal explica que chegou a esta posição após longas discussões com os membros do conselho editorial, inspiradas pelo crescente movimento entre os estados americanos no sentido de uma reforma das leis referentes à droga.

Segundo o conselho, o melhor para o governo em Washington seria aguardar o resultado das discussões no âmbito dos estados sobre produção medicinal de maconha e sobre seu uso recreacional. Poderia então, em seguida, reduzir as penas ligadas à erva, ou mesmo simplesmente legalizar seu uso.

“Quase três quartos dos estados já se decidiram por uma dessas opções”, diz o jornal, com a ressalva de que uma postura assim do governo “deixaria o cidadão americano vulnerável aos caprichos do ocupante da Casa Branca, que poderia decidir fazer cumprir ou não a lei federal”.

Além dos elevados custos sociais das atuais leis anti-maconha, que oneram enormemente o sistema prisional do país, o editorial aponta que o resultado da proibição em vigor é racista, “penalizando de maneira desproporcional os jovens homens negros americanos, arruinando suas vidas e criando novas gerações de criminosos de carreira”.

O editorial que está no ar é intitulado “Deixem os estados decidirem sobre maconha”, e os próximos da série tratarão de justiça criminal (29/7), história (30/7), saúde (1/8), registros de rastreamento (3/8) e regulamentação (5/8).

Um comentário em “‘NYT’ se posiciona a favor da maconha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *