OMS afirma que canabidiol não causa dependência

Segundo entidade, CBD não provoca mudanças de humor e comportamento. Assim, ele “não é suscetível de ser abusado”.

O canabidiol (CBD) não provoca dependência química. A afirmação não é da Macô, nem sua, e sim da Organização Mundial da Saúde (OMS), em relatório divulgado nesta semana. De acordo com a entidade, o CBD possui efeitos diferentes dos outros canabinoides encontrados na cannabis, como o THC, e não provoca mudanças de humor e comportamento. Assim, ele “não é suscetível de ser abusado”.

+ Atletas poderão usar CBD a partir do ano que vem
+ Maioria dos extratos de vendidos online especifica teor errado de CBD

Sobre valor medicinal do CBD e ouros canabinoides, a OMS informou que “nos últimos anos reuniu evidências científicas mais robustas sobre o uso terapêutico e os efeitos colaterais da cannabis e dos componentes da cannabis”,  ressaltando que “evidências recentes de estudos com animais e humanos mostram que seu uso poderia ter algum valor terapêutico para convulsões devido à epilepsia e condições relacionadas”.

O órgão afirmou que fará uma revisão mais completa sobre compostos de canabidiol até maio do ano que vem. Até lá, a OMS ressalta que ainda não tem “evidências” para cravar o potencial medicinal deste canabinoide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *