Pode faltar maconha no Canadá

Principal obstáculo para legalização do uso social é a falta de produtores locais de cannabis, segundo declaração do governo canadense.

Nenhum país de dimensões continentais legalizou a cannabis até hoje. É o que pretende o Canadá nos próximos 12 meses. Mas as autoridades deste país identificaram um problema para efetivar isso: existe atualmente uma escassez de fornecedores  para atender a demanda de todas as regiões do país.

+ Canadá prevê lucro de US$16 bi com legalização

Não é pouca maconha não. Segundo um relatório do governo, a demanda por maconha com fins recreativos e medicinais pode chegar a 575 toneladas até 2021.

Segundo a estrutura de legalização, caberá às províncias do Canadá estabelecer regimes de venda e distribuição, e ao mesmo tempo começar a vender maconha com fins recreativos em algum momento antes de julho de 2018.

Os principais detalhes, incluindo a tributação, continuam indefinidos. O ministro federal das Finanças, Bill Morneau, disse que prefere um imposto baixos, que sufoque o mercado ilícito. O projeto de legalização também permitirá que cada usuário plante até quatro plantas de cannabis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *