Saiba mais sobre o manifesto pelos growers brasileiros

Iniciativa é do site Boaconha Brasil, pelo portal Avaaz, a favor dos cultivadores de cannabis no país. Conheça mais esta iniciativa pelas palavras do próprio autor, Swami Yoga DHarana.

Para quem não conhece, o Projeto Boaconha Brasil (www.boaconha.com) é um site que funciona como um “clipping da maconha”, que peneira todo o conteúdo publicado na WEB sobre o universo da cannabis. Sem grandes pretensões e respeitando as disponibilidades de tempo dos colaboradores, que hoje são muitos e em vários países.

+ Mais Conha, Menos Cunha: uma troca mais do que justa

Não nos apropriamos do conteúdo intelectual. Apenas registramos, como forma de facilitar a busca de informações por parte dos usuários e simpatizantes da cannabis. Todos os artigos registrados em nosso clipping são identificados com a sua origem (veículo, data, etc.) e com links que apontam para a publicação original, como forma de atestar a credibilidade do nosso trabalho.

A iniciativa de escrever esse manifesto surgiu conversando com outros ativistas brazukas (leia o manifesto clicando aqui). Constatamos a necessidade de unificar em uma única proposta os discursos de todos. Para isso solicitamos a colaboração deles, muitos nos atenderam prontamente e outros nos deram permissão para usar os materiais por eles publicados. Após recolhermos o máximo de assinaturas possíveis, enviaremos o manifesto par ao Supremo Tribunal Federal (STF), à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal.

Achamos que o nosso movimento aqui no Brasil apresenta rivalidades e pendengas que, a nosso ver, são desnecessárias. Ativistas voluntários não se conformam com aqueles que conseguem aferir renda com produtos do ativismo, uns que defendem a maconha medicinal são criticados por aqueles que acham que deve legalizar geral e brigas de ego entre pessoas que seguram a mesma bandeira nas marchas. Essa agenda negativa deve acabar!

Enquanto isso, do outro lado, a resistência só se consolida e os movidos pelo preconceito contra a planta falam a mesma linguagem. E quando mostramos nossos argumentos, mais eles se juntam para combatê-los.  Devemos aprender com nossos adversários e nos unir numa agenda positiva.

MUITO OBRIGADO!

Nosso agradecimento em especial vai para: André Kiepper, Liipe Corrêa, Lucia Medeiros, Edri Alves, Mauro Chaibem, Aninha, Sérgio Rastafari, Daniel Cintra, Emílio Figueiredo, Juliana, Sérgio Vidal, Vavá, Rodrigo, Nicolau, Jorge, Marcelo, Christiana, Mari, Vinícius, Francesco Ribeiro e outras tantas pessoas que colaboraram, apoiaram ou até mesmo só incentivaram com aquela força especial.

Swami Yoga DHarana (Marcelo DHarana)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *