Trump quer repreender uso social de cannabis

Apesar de ser permitida por leis estaduais em oito estados, novo presidente dos EUA quer impor a lei federal em todo o país.

O “Michel Temer dos EUA”, o bilionário Donald Trump, que assumiu em janeiro a presidência dos Estados Unidos, não gosta nada do cenário da legalização da maconha em várias regiões do país. Por isso, quer repreender o uso social (chamado erradamente de “recreativo”).

+ Ativistas distribuem maconha na posse de Trump

Em fevereiro, o Departamento de Justiça dos EUA informou que vai intensificar a aplicação das leis federais contra o uso social de maconha. A Macô explica: a legalização nos estados é baseada em leis estaduais, mas a lei federal proíbe a cannabis.

De acordo com porta voz da Casa Branca, Sean Spicer, o presidente não se opõe à maconha medicinal, mas que “isso difere muito do uso recreativo, que é algo que o Departamento de Justiça ainda vai olhar com mais atenção”, acrescentou ele.

Com a nova atitude, o governo Trump se afasta mais de seu antecessor, já que Barack Obama escreveu em um memorando de 2013 que não iria intervir nas leis sobre maconha de cada estado, desde que estes mantivessem a droga dentro dos limites de suas fronteiras, longe das crianças e carteis.

Na boa Trump, quero ver você regredir as leis no Colorado. Depois a gente conversa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *